Retórica Clássica 101: Uma Introdução

Tradução por Loki Vult
Texto original em inglês por Brett & Kate McKay – Art of Manliness

Ilustração de Cicero no Senado Romano

Como muitos de vocês sabem, eu leio muitas biografias sobre os grandes homens da história. A parte da vida de um homem que eu mais tenho prazer em conhecer é sua educação. Que livros leram quando jovens que os influenciaram mais tarde em suas vidas? Para onde viajaram? Que aulas tiveram na universidade? Eu busco fazer observações sobre essas coisas e tentar incorporar seus livros favoritos na minha lista de leitura, ou pegar um curso relacionado a um assunto que eles estudaram.

Uma coisa que percebi sobre meus heróis varonis, é que todos eles tiveram aulas de retórica em algum momento durante sua formação. Intrigado por esse aspecto em comum, eu decidi ir atrás do motivo. A resposta era simples: a retórica era parte essencial de uma educação liberal, dos dias de Aristóteles até o começo do século XX. Esperava-se que um homem bem educado pudesse falar e escrever de maneira efetiva e persuasória, e estudantes dedicaram muitos anos para cumprir essa expectativa .

Mas na primeira metade do século XX, ocorreu uma mudança na educação. Graduações que preparavam estudantes para carreiras específicas substituíram as clássicas artes de educação liberais. Os alunos de colégio de hoje tem apenas um semestre de treinamento em retórica em suas aulas de inglês, que apenas contemplam uma noção superficial do assunto.

O que é lamentável.

Nossa economia e nossa sociedade no Oeste, em geral, estão se tornando cada vez mais baseadas em conhecimento e informação; a habilidade de se comunicar efetivamente, de maneira persuasiva, é cada vez mais crucial para alcançar o sucesso. Ainda assim, usamos menos e menos tempo ensinando nossos jovens isso, que os ajudará a navegar nesse novo mundo.

Se você é como a maioria das pessoas hoje, você não gastou muito tempo aprendendo sobre a arte da retórica enquanto crescia. Então hoje nós começaremos uma série chamada Retórica Clássica 101. Planejadas para oferecer a parte essencial do assunto, essas postagens o ajudarão no aprendizado rápido dessa arte viril. Para começar, diremos por que você deveria ter interesse em estudar retórica.

O que é retórica?

Retórica é simplesmente a arte da persuasão através da fala e da escrita efetiva. Para muitos no nosso mundo moderno, a palavra “retórica” tem um sentido pejorativo. Eles vêem a retórica como a manipulação da verdade, ou a associam com uma preocupação enfadonha em como as coisas são ditas, acima de o que é dito. Mas desde tempos antigos até o começo do século passado, os homens acreditavam que aprender a arte da retórica era um objetivo nobre, e consideravam-na um elemento essencial de uma boa educação. Eles viam a retórica como uma ferramenta vital para ensinar a verdade de maneira mais efetiva, e como uma arma para se proteger daqueles que argumentam injustamente e com objetivos nefastos.

Por quê estudar retórica?

Magnifica a sua influência. Todos os dias você tem dúzias de interações, onde você precisa de influenciar pessoas — do memorando que você escreve no trabalho até a bronca na sua criança. Sua habilidade de persuadir outras pessoas através da linguagem é uma peça chave para sua influência como funcionário, amigo, pai, cidadão. Estudar retórica lhe equipará com ferramentas linguísticas que o tornarão mais convincente em seus negócios com outras pessoas e expandirá seu círculo de influência.

Te faz um cidadão melhor. Aqui nos EUA, acabamos de ter nossas eleições parciais, onde muitos estados votaram para oficiais de governo e assentos do Congresso. Até essas eleições, fomos bombardeados com anúncios de campanha na TV e no rádio, artigos de opinião em jornais e blogs, e comentaristas políticos em programas televisivos o tempo todo. Com tantas opiniões diferentes sendo jogadas nos eleitores, foi fácil ficar confuso, sem saber o que era fato e o que era papo.
Políticos e grupos com interesses especiais pagam especialistas na arte da retórica centenas de milhares de dólares, para que ajudem a criar mensagens e anúncios políticos, convencendo eleitores a votar por eles. Se você quer ser um eleitor e um cidadão bem informado, você precisa estar completamente ciente das técnicas e táticas sendo usadas em você. Tal conhecimento o torna capaz de discernir a verdade da mentira.

Como um cidadão, você tem o direito de expressar sua opinião em diversos problemas. Faça isso de maneira efetiva, estudando retórica antes.

Te protege de despotismo intelectual. Eu tive um professor que sempre dizia “a propaganda é a alma do tirano.” E essa idéia ficou comigo. Desde tempos antigos, homens poderosos usaram da propaganda para manter controle sobre seus subjugados. De acordo com meu professor, a propaganda é apenas um nome benigno para a demagogia. Ambos contam com apelo emocional para mudar nossas ideias e sentimentos sobre uma causa, posição ou produto.

Quando nos permitimos ser engolidos tão facilmente por propaganda, seja política ou comercial, damos a outra pessoa o controle de nossa mentes. O estudo da retórica concede um escudo ao nosso cérebro (não precisa de chapéu de alumínio!), te permitindo enxergar através da fumaça e dos espelhos, filtrar as mensagens externas e seguir seu próprio compasso interior.

Te faz um bom consumidor. Um homem maduro cria mais do que consome. Infelizmente, o homem moderno tem que resistir a uma investida de anúncios que o dizem que você é aquilo que você tem. Empresas gastam bilhões de dólares em comerciais para convencê-lo a comprar. Enquanto a Madison Avenue aplica avanços feitos na psicologia e na neurobiologia em suas campanhas, muitas das técnicas persuasivas usadas por agências de comerciais, estão por aí desde os dias de Aristóteles. Um conhecimento retórico também protege a sua carteira.

Te capacita para debates rigorosos e construtivos(e te faz entender o que exatamente é um debate). Um homem deve saber como discutir e debater com vigor, inteligência e civilidade. Me magoa saber quantas pessoas ignoram essa habilidade viril. Apenas visite qualquer blog ou fórum de internet e você verá o regresso dos debates. Em sua maioria, não passam de xingamentos e reductio ad Hitlerum. Aprendendo o básico da retórica, você saberá do que precisa para ter discussões mais produtivas na internet e no seu dia a dia.

Adicionalmente, tendo uma compreensão firme da retórica, você poderá evitar situações constrangedoras. Você será capaz de perceber quando um troll está usando falácias lógicas ou argumentos precários. Ao invés de gastar seu tempo de maneira frustrante e infrutífera, você poderá fazer coisas mais importantes na sua vida.

O que vem agora?

Com o tempo, eu estarei publicando artigos que, eu espero, lhe darão uma boa introdução aos princípios básicos da retórica clássica. No Retórica Clássica 101, veremos:

♦ Uma Breve História da Retórica
♦ Os Três Meios de Persuasão
♦ Os Três Gêneros da Retórica
♦ Os Cinco Cânones da Retórica
♦ As Virtudes do Estilo
♦ Um Breve Sumário de Figuras Retóricas
♦ Falácias Lógicas

 

Classical Rhetoric 101 Series
Uma Introdução
Uma Breve História
Os Três Meios de Persuasão
Os Cinco Cânones da Retórica – Invenção
Os Cinco Cânones da Retórica – Arranjo
Os Cinco Cânones da Retórica – Estilo
Os Cinco Cânones da Retórica – Memória
Os Cinco Cânones da Retórica – Entrega
Falácias Lógicas

 

Deixe uma resposta